Quando contratar um cuidador profissional?

Com o aumento da idade e o aparecimentos de doenças os pacientes necessitam de algum tipo de ajuda para exercer suas atividades diarias, isso gera excesso de trabalho principalmente para a familia, que geralmente tem um trabalho fora e não tem com quem deixar seu ente querido.

É nesse momento que a familia deve pensar em contratar um cuidador profissional para cuidar do seu idoso.

Há pessoas que envelhecem com algum prejuízo, mas mantem certa independência. Nestes casos o cuidador pode ajudar nas atividades diárias que o idoso não conseguir realizá-las sozinho. São os casos de pós operatório , fraturas, por exemplo.

Porém existem outros casos que o idoso é totalmente dependente ou quase nenhuma autonomia que é no caso nas doenças degenerativas como: Doença Alzheimer, Parkinson em estágio avançado, sequelas de derrames.

Nestes casos o cuidador pode agir para melhorar as condições físicas, cuidados de higiene pessoal, alimentação e administração de medicação prescrita pelo médico assistente.

Quais os serviços prestados?

Sua função principal é acompanhar e auxiliar o idoso nos afazeres diários, supervisionar as atividades do idoso capaz e ajudá-lo nas atividades que não consegue mais realizar, estimulando sua capacidade, ajudar na higiene pessoal, na alimentação e medicação via oral conforme prescrição médica, ajudar na locomoção, estimular atividades ocupacionais e de lazer, mudança de decubito frequente, para pacientes acamados para evitar complicações como escaras, colocar em cadeiras de rodas, para banho de sol, e ajudar nos exercicios fisicos , comunicar a equipe de saúde e aos familiares qualquer mudança no estado de saúde.

Dr. José Wilson Amaro Lozon | CRM: 56.316